(27)3345-7241

O que fazer quando ninguém quer ser Síndico?

 

O que fazer quando ninguém quer ser Síndico?

Por ser um representante legal de todos os condôminos, a eleição do Síndico é tão importante. Mas para que se tenha uma escolha é necessário que exista candidatos. Se ninguém se oferecer para disputar o cargo, o que deve ser feito?

O artigo 1.347 do Código Civil, estabelece que a assembleia escolhe um Síndico que pode não ser condômino, por prazo que não ultrapasse dois anos, mas que pode ser renovado.
Por isso, se nenhum condômino está disposto a assumir a responsabilidade de Síndico, o Condomínio pode contratar uma Administradora ou um Síndico profissional “Jurídico” para cumprir esta função.

Uma forma de estimular o interesse pelo cargo de Síndico em condôminos, inquilinos e proprietários é oferecer benefícios. Incentivos como este geram menos custo do que a contratação do serviço externamente.

Alguns Condomínios também adotam o rodízio da função entre membros do Conselho Fiscal, que é composto por três membros eleitos em assembleia. Nesse caso, o importante é que Condomínio sempre tenha um representante legal que responda pelo Condomínio.

Se nenhum condômino se propõe a assumir o cargo e a assembleia não decide pela contratação de uma Administradora ou Síndico profissional “Jurídico”, o caso pode ir para a justiça. Pois, Condomínios sem Síndico ficam sem representação legal, o que o torna irregular.
Nesses casos o juiz escolhe quem será o representante do Condomínio.

R. Madeira de Freitas, 90

Ed. Farol da Barra, Sala 101 (1°  andar)

Praia do Canto - Vitória (ES)

Cep: 29055-320

Tel: (27) 3345.7241 e 3345.7312

INSTAGRAM

FACEBOOK

R. Madeira de Freitas, 90

Farol da Barra, Sala 101 (1°  andar)

Praia do Canto - Vitória (ES)

Cep: 29055-320

Tel: (27) 3345.7241 e 3345.7312

INSTAGRAM

FACEBOOK