(27)3345-7241

Terceira Idade em Condomínios

Terceira Idade em Condomínios

Atenção e zelo especial

O Brasil está envelhecendo e nos condomínios isso não haveria de ser diferente. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de pessoas com mais de 60 anos no país crescerá muito mais rápido que a média internacional, podendo triplicar até o ano de 2050.

Não vai demorar e seremos considerados um país envelhecido. Também, por isso, os hábitos praticados com as pessoas mais idosas devem ser revistos dentro dos condomínios. Mas não estamos falando apenas de questões ligadas à acessibilidade, e sim do convívio e atenção diária.

O condomínio deve estar atento a esse assunto e buscar adaptar o seu espaço a essa realidade iminente. Todos os pontos devem ser observados, desde a área física até o trato dos empregadores e demais moradores.

O empregado do condomínio, por exemplo, pode e deve ser treinado e capacitado de forma a ter maior conhecimento ao lidar com problemas do cotidiano da pessoa idosa. A OMS realizou uma pesquisa com 1500 pessoas da terceira idade, em mais de 30 países, que apontaram que os porteiros são considerados os seus melhores amigos.

ACESSIBILIDADE
Adequar-se à NBR 9050, elaborada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e que trata da acessibilidade em edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos, é o primeiro passo.

Esse documento define os critérios e parâmetros técnicos a serem observados quanto ao projeto, construção, instalação e adaptação de edificações, bem como do meio urbano e rural, em relação às condições de acessibilidade.

Com foco inicial nas pessoas com deficiência, a norma recebe nova abordagem e está sendo sempre ampliada para aqueles que tem dificuldades para se locomover, como os idosos, obesos e gestantes. Uma forma encontrada para assegurar a acessibilidade para todos.

Nos condomínios construídos há algum tempo, as adaptações começam a ganhar força com a realização das reformas necessárias, que possibilitarão a todos utilizar qualquer área do condomínio.

FAÇA DIFERENTE
Mas a principal reclamação das pessoas que estão na terceira idade é mesmo a questão da indiferença, e isso pode ser mudado quando o condomínio passa a inserir todos no mesmo ambiente de convívio, a criar atividades e espaços para a terceira idade como forma de aumentar esse convívio.

Adapte seu condomínio dentro da NBR 9050 naquilo que for possível, criando acessibilidade em áreas como academia, piscina, salão de festa, churrasqueira e outros ambientes compartilhados entre os condôminos. Rampas de acesso e outros modos de acesso também são importantes de serem instalados, para facilitar o direito de ir e vir de cada condômino. Analise cuidadosamente a possibilidade de instalação dessas soluções em seu condomínio.

ALTERAÇÕES MAIS COMUNS

 

  1. Rampas de acesso;
  2. Piso antiderrapante;
  3. Corrimão de ambos os lados da escadas e nas rampas de acesso;
  4. Escadas nas piscinas com corrimão em ambos os lados;
  5. Adaptação de banheiros;
  6. Adaptação de portas, deixando-as mais largas;
  7. Nas áreas comuns, evitar usar tapetes na decoração.

Publicado em: Info SPICES nº137 edição de Março/Abril de 2016

R. Madeira de Freitas, 90

Farol da Barra, Sala 101 (1°  andar)

Praia do Canto - Vitória (ES)

Cep: 29055-320

Tel: (27) 3345.7241 e 3345.7312

INSTAGRAM

FACEBOOK

R. Madeira de Freitas, 90

Farol da Barra, Sala 101 (1°  andar)

Praia do Canto - Vitória (ES)

Cep: 29055-320

Tel: (27) 3345.7241 e 3345.7312

INSTAGRAM

FACEBOOK